www.ndsilva.maisbarcelos.pt
História

 


 

 

Amigos da Montanha

 

Site Antigo do NDS



 
Imprimir esta página

RESUMO HISTÓRICO DO NDS

 

 

O Núcleo Desportivo da Silva e o Grupo Desportivo da Silva, deram os primeiros passos no ano de 1975. O primeiro vocacionado para a prática do atletismo e o segundo para o futebol. Após dois anos de um complexo processo de formação, foi finalmente fundado oficialmente, em 1977, com a denominação de “NÚCLEO DESPORTIVO DA SILVA” (NDS), sendo nesse ano realizada a primeira prova de atletismo aberta a todos os escalões.

Dois anos após (1979), organizou pela primeira vez o Grande Prémio de Atletismo, então denominado “Grande Prémio das Vindimas” e posteriormente “GRANDE PRÉMIO DE ATLETISMO DA SILVA”. O atletismo foi durante a história do NDS, a principal modalidade do clube e ainda hoje o ponto alto da colectividade é a organização do Grande Prémio, embora existam ou existiram outras, tais como, futebol, andebol, voleibol, ginástica, patinagem, ténis-de-mesa, cicloturismo, BTT, etc.

Em 7 de Janeiro de 1980, foi realizada a escritura da constituição da associação, constando que o NDS é uma associação cultural, que tem por objectivos a promoção cultural, desportiva e recreativa, dos cidadãos portugueses em geral, e dos habitantes desta freguesia em particular, com relevo especial para os associados. No dia 1 de Fevereiro desse ano foi publicado no Diário da República a sua constituição em associação.

Durante os anos seguintes, foi preocupação dos corpos gerentes da associação, cativar e fomentar o desporto junto das camadas mais jovens, assim como cria condições para que os mesmos se sentissem bem na prática desportiva, mas sempre num espírito amador.

Em 18 de Outubro de 1986, nova era começa para o NDS, quando em Assembleia Geral, se procedeu à alteração do “Regulamento Interno”. Esta alteração marcou de uma forma decisiva a projecção deste clube a nível nacional através da prática do atletismo. Foi nesse mesmo ano formada a equipa sénior de atletismo, sendo os treinos e toda a preparação dos atletas, conduzidas pelos próprios.

Em 1988, devido à debandada de todos os atletas do NDS para o Óquei de Barcelos, houve a necessidade de formar uma nova equipa sénior. Sob o comando do conhecido técnico José Sena, a nova equipa (composta na sua maioria por atletas que pertenciam à extinta equipa GOMO), obteve nesse ano o título de Campeão Regional de Corta-mato, título esse, que foi revalidando nos anos seguintes.

Pelo trabalho desenvolvido e reconhecido em prol do atletismo, foi o NDS convidado pela Câmara Municipal de Barcelos e pela Comissão de Festas das Cruzes, a organizar o 1º Grande Prémio das Cruzes/90, vindo a fazê-lo durante mais quatro anos. Foi sempre uma preocupação do NDS, que os atletas de valor internacional, participassem nas provas por nós organizadas.

Em 1994, assume o comando técnico do NDS o Prof. Pompílio Ferreira, treinando a grande parte dos atletas.

Em 1995, o NDS, além do título de campeão regional, foi vice-campeão da região norte e alcançou o 5º lugar nos campeonatos nacionais de corta-mato. No ano seguinte, revalidou o título de vice-campeão da região norte e obteve o 4º lugar nos nacionais de corta-mato.

Em 1997, a equipa de atletismo do NDS, para além do título de campeão regional, alcançou um lugar no pódio ao classificar-se em 3º lugar no Campeonato Nacional de Estrada. No ano seguinte, revalidou o título de campeão regional, o que veio a repetir-se em 1999. Como reconhecimento da CNEC (Comissão Nacional de Estrada e Corta-mato), do sucesso obtido na organização das edições anteriores, foi atribuído o estatuto de “Grau Nacional” ao XXI Grande Prémio de Atletismo da Silva – Edição 1999.

Em 2000, o NDS, foi vice-campeão de Crosse Regional e alcançou um lugar no pódio ao classificar-se em 3º lugar no Campeonato Nacional de Corta-mato Longo. Nesse mesmo ano o NDS, apresentou uma candidatura para organizar o Campeonato Nacional de Estrada e cuja decisão foi tornada pública pela Federação Portuguesa de Atletismo em 2001, a favor do NDS, ficando a sua organização a cargo do Núcleo Desportivo da Silva em parceria com a Câmara Municipal de Barcelos, integrado no XXIII Grande Prémio de Atletismo da Silva, realizado no dia 4 de Novembro de 2001.

Ao longo destes anos, há ainda a realçar as excelentes participações dos atletas do NDS a nível nacional e internacional em grandes provas e em todas as melhores maratonas do mundo, que não vamos fazer referência por se tornar exaustivo.

No ano de 2003, ano de eleições no NDS, não se apresentaram listas candidatas e o clube atravessou um vazio directivo, sendo dirigido por uma Comissão Administrativa durante 6 meses, que fez com que houvesse uma ruptura com o passado, essa comissão tinha como missão a gestão corrente do NDS e a preparação de uma nova lista para eleições em Janeiro de 2004, que fez com que não se realizasse em 2003 o Grande Prémio de Atletismo e não se inscrevesse a equipa de atletismo para a época 2003/04.

A nova direcção, empossada em Janeiro de 2004, tinha a difícil missão de devolver ao NDS, o Prestígio granjeado ao longo dos anos e entretanto “congelado”, devido ao vazio directivo, missão difícil, pois o país começa a atravessar uma época difícil e as empresas (principais patrocinadoras do NDS), tem dificuldade em continuar a apoiar o NDS da forma como o faziam anteriormente. Houve então necessidade de optar por um novo rumo e mantendo a “menina dos olhos”, o Grande Prémio de Atletismo da Silva, não mais voltamos a inscrever na Associação de Atletismo de Braga, a equipa de atletismo, voltando as nossas energias e economias para a população da Silva, apostando mais em outras modalidades, que entretanto apareceram, como o futebol através da participação no Campeonato de Futebol Popular de Barcelos, ténis-de-mesa, cicloturismo, etc.

Em 2005, pela primeira vez conseguimos colmatar uma falha de sempre no NDS, pois nunca até então, tivemos desporto feminino, e introduzimos a modalidade de Ginástica Localizada para senhoras e constituímos uma equipa de futsal feminina para participar no Campeonato de Futebol Popular.

Em 2006, acompanhado o aumento de praticantes de modalidades com bicicleta, alem do Passeio de cicloturismo do 25 de Abril, começamos a organizar dois eventos de BTT:

- O Passeio de BTT - dirigido a todos os praticantes e sem fins competitivos.

- A Maratona "Porco Assado" - destinado a betetistas mais experientes, com um convívio no final com um porco no espeto.

Na impossibilidade de recordar todas as pessoas que lutaram pela causa do NDS, registamos o nome dos presidentes por ordem cronológica: Vicente Sousa, Francisco Lopes Alves, Aureliano Sepúlveda, Zacarias Gonçalves, José Paulo Matias, Alberto Andrade, Isidro Linhares, Jorge Miranda, Alberto Cardoso, Martinho Miranda, Alberto Cardoso e Gabriel Gonçalves.